8

Acadêmicos da FACIT-TO conheceram mais sobre o Observatório Social do Brasil

Representantes da unidade de Araguaína falaram sobre o papel de fiscalização da entidade 

“Eu não sabia que tem uma organização popular que fiscaliza as ações públicas trazendo benefícios para o cidadão, deu até vontade de participar”. A acadêmica do curso de Administração (ADM), Flávia Daiane, ficou empolgada com o trabalho exercido pelo Observatório Social do Brasil (OSB) e demonstrou interesse em ingressar no grupo.

Mas não foi só a Flávia que ficou empolgada. Os acadêmicos do curso de ADM da Faculdade de Ciências do Tocantins – FACIT-TO acompanharam de perto uma palestra com o presidente da OSB araguainense, Ronaldo Dias, e com o diretor de Assuntos Institucionais, Jean Moutinho.

A palestra contou a história da OSB, função social, como exerce a cidadania e ajuda a comunidade fiscalizando a forma que o dinheiro público é gasto.

Engajamento social

“Nossa intenção é de que a juventude participe de forma mais efetiva, que não fique só nas indignações das redes sociais, mas passe à ação prática”, explicou Ronaldo Dias.

O coordenador acadêmico, professor Jairo Lyra, disse que a palestra serviu para promover o engajamento estudantil com o social. “O acadêmico pode acabar participando e melhorando a qualidade de vida da sociedade como um todo, então é muito bom que eles entendam e exerçam o que sempre falamos, a cidadania”.

“A partir do momento que alguém desenvolve um projeto contra a corrupção, afeta de forma boa toda a sociedade, isso é algo que nós como alunos deveríamos estar fazendo, devemos correr atrás dos nossos direitos”, disse a acadêmica do 3° período, Débora Rosane.

Oportunidade de estágio

Além de promover o civismo entre os participantes, o presidente do OSB deu aos acadêmicos a oportunidade de participar por meio do estágio.

“Ele ganha horas de estágio, pega experiências dentro da profissão e ainda ajuda a sociedade com o acompanhamento direto de licitações, compras públicas e com os gastos de tudo aquilo que se faz com o nosso dinheiro”, finalizou Ronaldo Dias.

OSB

Presente em mais de 100 cidades de 19 Estados, a entidade trabalha com uma metodologia própria e conta com contribuição de mais de três mil voluntários. O OSB atua no levantamento de licitações públicas municipais e acompanhamento de todo o processo até a finalização de obras ou entrega de materiais. Há também o acompanhamento dos trabalhos e projetos da Câmara de Vereadores.