8

Professor da FACIT teve papel importante na criação da Area de Proteção Ambiental Pé do Morro

Conhecida por sua religiosidade, o município de Aragominas, mais conhecida como “Pé do Morro” e distante cerca de 40 quilômetros de Araguaína, deu um importante passo em direção à preservação de suas espécies nativas com a criação da Área de Proteção Ambiental - Pé do Morro. E esta ação contou com a participação ativa do professor Adolfo da Silva Melo, docente na Faculdade de Ciências do Tocantins – FACIT-TO.

Para que a APA – Pé do Morro fosse criada, foi preciso seguir todos os trâmites legais e técnicos, que envolveram o estudo ambiental, consulta pública no Auditório da Câmara Municipal com a presença de representantes de entidades públicas, proprietários de terras, público em geral, órgãos ambientais e associações comunitárias.

Satisfação em poder ajudar

Professor Adolfo esteve presente em todas as etapas, contribuindo principalmente nas questões de sustentabilidade, levantamento de fauna e flora e observando os aspectos essenciais que asseguraram a necessidade de proteção da área. Para o docente, essa foi uma experiência enriquecedora. “Senti-me muito satisfeito, porque eu vi que poderia colaborar e contribuir”, disse.

Com a criação dessa nova área de preservação, haverá a proteção da fauna e flora. “Percebi que a criação de uma nova APA viria a contribuir com a preservação e a manutenção da vida silvestre e também com todo o contexto histórico do Pé do Morro”, completou o professor.

Mais trabalho pela frente

O esforço da criação da APA não acaba por aí, segundo o professor Adolfo, porque ainda há muito a ser feito. “Sabemos que temos muito trabalho a fazer, agora vêm as outras etapas que são uma nova análise de fauna e flora mais efetiva, além da descrição dos ambientes”, pontuou Adolfo.

Participaram da criação da APA - Pé do Morro a Secretaria Municipal de Desenvolvimento Econômico, Turismo e Meio Ambiente de Aragominas; Naturatins; o professor Adolfo da Silva Melo, Biólogo e doutor em Ciências Biológicas – FACIT; Anderson Mendes de Souza, advogado e especialista em Direito Constitucional e Docência Universitária da Associação de Praças da Polícia e Bombeiros Militares de Araguaína; Atevaldo dos Anjos do Nascimento, historiador e especialista em Segurança Viária Urbana do Batalhão de Polícia Militar Rodoviário e de Divisas (Bpmred); Carlos Augusto Machado, geógrafo e doutor em Geografia, da Universidade Federal do Tocantins – UFT; Eva Janny Fernandes Saraiva Silva, geógrafa, especialista em Recursos Hídricos; e Maria Alves de Souza Filha, gestora Ambiental e normalista superior.